Receba atualizações de notícias ao minuto sobre os temas mais quentes com a NewsHub. Instale já.

A escolha da roupa interior afeta a fertilidade dos homens

9 de Agosto de 2018 20:01
1 0

Cientistas da Universidade de Harvard, nos EUA, concluíram que o uso de roupa interior justa pode interferir na fertilidade dos homens.

A questão não é nova e motiva muitas conversas ao longo dos anos: boxers ou slips? O tipo de roupa interior usada pelos homens pode ter mais implicações além do gosto pessoal ou da estética.

Um estudo conduzido por investigadores da Universidade de Harvard, nos EUA, concluiu que os homens que usam roupa interior mais larga têm uma contagem de espermatozoides significativamente maior do que os que usam "slips" ou tanga.

"Os resultados apontam para uma mudança relativamente fácil de fazer para os homens que pensam em ter filhos", disse uma das autoras do estudo, Lidia Mínguez-Alarcón, em comunicado.

Esta conclusão tem por base um estudo que abrangeu 656 homens, com idades compreendidas entre os 32 e os 39 anos. Entre os participantes, os 53% que disseram usar boxers tinham concentração de espermatozoides 25% superior àqueles que usavam roupa interior mais justa. A contagem de espermatozoides era 17% maior entre os homens que andam mais à vontade.

Segundo o mesmo estudo, a contagem de "motile sperm", espermatozoides capazes de se deslocar no sistema reprodutor feminino e fertilizar um óvulo, é também mais elevada entre os homens que usam boxers.

Após uma análise ao sangue de 304 dos 656 participantes, o estudo conclui ainda que os homens que usavam boxers tinham os níveis da hormona folículo-estimulante (FSH) 14% mais baixa do que as dos que usam roupa interior justa.

Uma vez que o uso de roupa interior aumenta o calor no escroto, que pode causar lesões nos testículos e afetar a contagem do esperma, os autores consideram que uma maior produção de FSH pode indicar que os homens que usam "slips" ou tanga têm um mecanismo que compensa lesões nos testículos e envia sinais ao cérebro estimulando a atividade das gónadas, para que estas tentem aumentar a produção de espermatozoides.

"Além de fornecer provas adicionais que as escolhas da roupa interior podem ter impacto na fertilidade, o estudo demonstra que uma escolha fortuita no estilo de vida pode ter impacto profundo na produção hormonal dos homens, tanto ao nível dos testículos como do cérebro", aduziu um outro co-autor do estudo, Jorge Chavarro, professor de nutrição e epidemologia da Universidade de Havard.

Fonte: jn.pt

Partilhe nas redes sociais:

Comentários - 0