Receba atualizações de notícias ao minuto sobre os temas mais quentes com a NewsHub. Instale já.

As principais ideias do programa eleitoral de Dias Ferreira

21 de Agosto de 2018 21:59
16 0

Programa eleitoral da lista F, liderada por Dias Ferreira, denomina-se Porta 10-A e tem 10 chaves programáticas.

Modelo de gestão: avaliação de performance, disciplina financeira, voto eletrónico, revisão estatutária para introduzir segunda volta eleitoral, limitação de mandatos, regresso do método de Hondt para CFD, criação de conselho estratégico.

Reestruturação financeira: redução de dívida bancária e libertar das obrigações restritivas a que estava sujeito junto das instituições bancárias portuguesas, emissão obrigacionista de 30 milhões de euros, antecipação de receitas, assegurar financiamento.

Relação clube e SAD: diretor geral/desportivo e comissão executiva fazem ponte.

Futebol: reestruturação da formação, ressuscitar a Academia como centro de estágios, construção de Academia em Lisboa/Oeiras, protocolo com escolas, investir no scouting, profissionalização da estrutura, reativação do Conselho Médico Leonino.

Modalidades e ecletismo: financeiramente sustentada, suporte na formação, rentabilização do Pavilhão João Rocha e Multidesportivo, criação de academia de modalidades, regresso do basquetebol, criar mais quatro modalidades.

Relações institucionais: pelouro institucional é do presidente, posicionamento forte e sem belicismo, reabrir a discussão sobre a centralização de direitos televisivos, defesa da verdade desportiva e contra a violência no desporto, defesa de maior independência da arbitragem.

Família sportinguista: pelouro direto do presidente, política de proximidade com os núcleos, harmonizar relação com instituições ou grupos ligados ao clube, reunir e dialogar com as claques para alterar a sua intervenção, criação da Residência do Leão.

Marca Sporting: aumentar receitas em 10%, criar novas receitas, modernizar as práticas comerciais, de marketing e merchandising apostando na expansão nacional e internacional, capitalizar o nome Ronaldo, criar Sporting Clube Verde para a sustentabilidade energética, tornar estádio mais tecnológico, criar mais pontos de venda, criar ofertas.

Comunicação/Média: uma só voz, pacificadora e unificadora, sem um diretor de comunicação protagonista, sem guerras constantes, aproveitar meios de comunicação do clube.

Património e segurança: bancadas verdes, patrocinadores para as instalações, mini produção fotovoltaíca.

Fonte: ojogo.pt

Partilhe nas redes sociais:

Comentários - 0