Receba atualizações de notícias ao minuto sobre os temas mais quentes com a NewsHub. Instale já.

Autarca de cidade moçambicana dirige município após destituição e enfrenta críticas

30 de Agosto de 2018 14:26
33 0

O autarca da cidade moçambicana de Quelimane, Manuel de Araújo, confrontou-se hoje, verbalmente, com membros da assembleia municipal, que o acusam de desobediência, depois de ter sido destituído do cargo na terça-feira.

De acordo com a emissora pública Rádio Moçambique, Manuel de Araújo dirigia a cerimónia de arranque da construção de uma avenida que vai ligar um dos principais mercados de Quelimane, das maiores cidades de Moçambique, a uma igreja, quando se deu o episódio.

"Temos que ter calma e fé nas instituições da Justiça, se notarmos que a Justiça foi injusta, vamos dizer que passos dar", declarou Manuel de Araújo, dirigindo-se a um grupo de apoiantes.

Manuel de Araújo foi afastado do cargo na terça-feira, por decisão do Conselho de Ministros moçambicano, e tem 20 dias para recorrer ao Tribunal Administrativo, contados da data da publicação da deliberação do executivo central.

O vice-presidente da Assembleia Municipal de Quelimane, Listano Varela, que protagonizou a discussão mais acalorada com o autarca destituído, considerou a conduta de Manuel de Araújo como de desobediência.

"Ele devia estar sentado em casa a preparar o recurso da decisão de destituição", afirmou Listano Varela, em declarações à comunicação social.

O Conselho de Ministros de Moçambique decidiu retirar o mandato a Manuel de Araújo por ter aderido à Renamo durante um mandato para o qual foi eleito pelo MDM.

Em substituição de Manuel de Araújo, o município de Quelimane será presidido pelo presidente da assembleia municipal, afirmou na terça-feira a porta-voz do Conselho de Ministros de Moçambique.

Fonte: ojogo.pt

Partilhe nas redes sociais:

Comentários - 0