Receba atualizações de notícias ao minuto sobre os temas mais quentes com a NewsHub. Instale já.

Comissão de Eleições divulga resultados de Nampula, norte de Moçambique, até sexta-feira

25 de Janeiro de 2018 17:27
6 0

A Comissão Provincial de Eleições de Nampula, no norte de Moçambique, vai divulgar até sexta-feira os resultados da eleição autárquica intercalar naquele município, anunciou o órgão.

O prazo foi apontado hoje pelo porta-voz da Comissão Provincial de Eleições (CPE) de Nampula, Bernardino Luís, citado pelo jornal O País, sendo a mesma data limite difundida pela Agência de Informação de Moçambique (AIM).

O apuramento parcial indicia que os candidatos da Frelimo e Renamo deverão ter que disputar uma segunda volta.

Amisse Cololo, candidato da Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo), tinha 44,5% dos votos, enquanto Paulo Vahanle, cabeça de lista da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), reunia 40%, quando faltam contar 40 das 401 mesas de voto, anunciou a AIM.

A lei prevê a realização de uma segunda volta se nenhum candidato tiver mais de 50% dos votos.

"Os primeiros resultados - apuramento parcial - apontam para um empate técnico e provável segunda volta", indicou também hoje a plataforma de observação Votar Moçambique, em comunicado.

Segundo refere, a participação no ato eleitoral terá sido inferior a 30%, à semelhança do que aconteceu na última ida às urnas, em 2013.

O Movimento Democrático de Moçambique (MDM), que havia vencido em 2013, estará arredado do poder municipal em Nampula.

A votação intercalar decorreu na quarta-feira, cerca de nove meses antes das eleições autárquicas em todo o país, agendadas para 15 de outubro.

No escrutínio de quarta-feira houve 296.590 eleitores inscritos e cinco candidatos nos boletins de votos.

Aos três partidos com assento parlamentar, Frelimo, Renamo e MDM, juntaram-se o movimento Amusi e o Partido Humanista para tentar suceder a Mahamudo Amurane, presidente do município morto a tiro à porta de casa a 04 de outubro.

Fonte: ojogo.pt

Partilhe nas redes sociais:

Comentários - 0