Receba atualizações de notícias ao minuto sobre os temas mais quentes com a NewsHub. Instale já.

Governo vai cortar 100 milhões à EDP e à Endesa devido a cobranças indevidas

25 de Outubro de 2017 7:07
29 0
Governo vai cortar 100 milhões à EDP e à Endesa devido a cobranças indevidas

Ainda antes de oficializar a revogação, o Governo quis ouvir a EDP e a Endesa. Contudo, os argumentos apresentados pelas duas empresas não conseguiram demover o Executivo

O Governo vai avançar com cortes de 100 milhões de euros à EDP e à Endesa, devido a valores cobrados indevidamente aos consumidores portugueses em 2016 e 2017, apurou o “Jornal de Negócios” esta quarta-feira.

Esta medida já tinha sido começado a ser falada em setembro. Na época, a secretário de Estado da Energia, Jorge Seguro Sanches, anunciou a intenção de revogar um despacho de 2015 em que o Governo de Passos Coelho deu luz verde à EDP e à Endesa para repercutir nos preços ao consumidor os custos com a tarifa social e com a Contribuição Extraordinária do Sector da Energia (CESE).

Ainda antes de oficializar esta revogação, o Executivo de António Costa quis ouvir a EDP e a Endesa. Mas após as audições, o Governo não ficou convencido com os argumentos apresentados pelas duas empresas.

Jorge Seguro Sanches revelou na terça-feira que o Governo vai mesmo avançar com os cortes às duas empresas.

Segundo o matutino, os 100 milhões de euros vão ser recuperados às empresas através dos proveitos regulados que recebem anualmente e vão abater às tarifas reguladas da electricidade para 2018, que devem descer 0,2%, conforme a proposta do regulador ERSE.

Leia também: Ensino de Português no Estrangeiro vai chegar a 80 países

Fonte: expresso.sapo.pt

Partilhe nas redes sociais:

Comentários - 0