Receba atualizações de notícias ao minuto sobre os temas mais quentes com a NewsHub. Instale já.

ISCTE sobe 17 lugares na lista das 95 melhores escolas de gestão europeias do FT

3 de Dezembro de 2018 0:01
4 0

Portugal manteve as quatro presenças que tinha no ano passado, com prestações distintas das “business schools” do ISCTE, Católica, Nova e Universidade do Porto.

A edição de 2018 do ranking Financial Times European Business Schools, que agrega as melhores 95 escolas de gestão da Europa, conta, uma vez mais, com quatro presenças portuguesas – quinto país com mais instituições do género abrangidas na listagem do FT.

Na edição deste ano, a listagem acaba e termina em inglês. Mantém a London Business School na liderança, seguida pela HEC Paris (École des hautes études commerciales de Paris). O Insead (Institut européen d’administration des affaires), que no ano passado tinha perdido o lugar no pódio para a espanhola IE Business School (Instituto de Empresa Business School de Madrid), volta ao terceiro lugar em 2018. O último lugar (95º) coube à Nottingham Business School da Nottingham Trent University, que recuou três postos face a 2017 (em que ficara em 92º).

No 28º lugar encontra-se a primeira presença portuguesa: a Católica Lisbon School of Business and Economics, da Universidade Católica Portuguesa. Face ao mesmo ranking em 2017, desceu dois lugares (de 26º para 28º). Em 2016 estava em 23º lugar, o que lhe dá uma média de 26º nos últimos três anos.

Dois lugares abaixo na lista de 2018, em 30º, encontra-se este ano a Nova School of Business and Economics, escola de gestão da Universidade Nova de Lisboa. Ao comparar com um ano antes, desceu cinco lugares na listagem de 95 instituições compiladas pelo FT (de 25º para 30º). Em 2016 tinha a 23ª posição, conferindo-lhe também uma média trienal de 26º lugar.

No 62º lugar, este ano, ficou a Porto Business School, da Universidade do Porto. Desceu três lugares (de 59º para 62º) face à prestação de 2017, voltando assim à posição que obteve em 2016 – o que lhe confere uma média que a situa em 61º lugar nos últimos três anos.

A presença portuguesa de 2018 no ranking das 95 melhores escolas de gestão da Europa fica fechada com a ISCTE Business School, escola do ISCTE/IUL – Instituto Universitário de Lisboa, na 63 ª posição. Face ao ano de 2017, em que ficou no 80º lugar, subiu 17 lugares. Em 2016 não constava neste ranking do FT – o jornal britânico publica anualmente sete rankings distintos de avaliação de escolas de gestão, mestrados e pós-graduações e outros programas de ensino para executivos – não havendo, por isso, média trienal.

Fonte: publico.pt

Partilhe nas redes sociais:

Comentários - 0