Costa afirma que país «não espera nem precisa» de um bloco central

28 de Fevereiro de 2015 11:05

3 0

António Costa comentava a entrevista do primeiro-ministro publicada hoje no semanário Expresso - na qual Pedro Passos Coelho admite nova coligação com o CDS-PP e não descarta a ideia de um bloco central -, à chegada ao Encontro Nacional de Autarcas Socialistas que decorre ao longo de todo o dia no Centro Nacional de Exposições, em Santarém.

«O país não está à espera nem precisa de um bloco central. O país precisa de uma mudança e essa mudança é a alternativa a construir pelo PS», afirmou António Costa, frisando que o encontro de hoje se insere no «primeiro capitulo» da agenda do partido para a década, «centrado na valorização do território».

Costa sublinhou o facto de, «finalmente», o primeiro-ministro ter «clarificado» que «sente a necessidade de fazer uma coligação com CDS para tentar enfrentar o PS». «Hoje as coisas ficam muito mais claras: ou nós ou eles, é esta a opção. Isso corresponde àquilo que o país sente que é necessário e que o PS afirmou claramente no seu congresso», afirmou.

O líder socialista afirmou que a entrevista de Passos Coelho é um «péssimo sinal de resignação perante os graves problemas de pobreza e desemprego» que o país vive.

«O primeiro-ministro não tem uma proposta a apresentar, uma ideia a sugerir, uma medida a adotar», declarou, invocando a «chamada de atenção» feita esta semana pela Comissão Europeia para o «efeito devastador» das políticas do atual Governo «na pobreza e na injustiça».

Leia também: PSD/Congresso: Assunção Cristas expressa reconhecimento a Passos Coelho

Fonte: tsf.pt

Para página da categoria

Loading...