Danilo Pereira: «Estar na Seleção para mim é uma grande vitória»

13 de Outubro de 2018 13:16

7 0

Médio recorda o momento mais difícil da carreira, a lesão que o afastou do Mundial

Danilo Pereira considera que o regresso à Seleção Nacional, depois de uma longa paragem que o afastou, inclusivamente, do Campeonato do Mundo, é «uma vitória». O médio do FC Porto, depois de já ter somado alguns minutos na Polónia, é apontado como provável titular no jogo particular que a Seleção vai realizar, este domingo, frente à Escócia.

«Não foram momentos fáceis na minha carreira, talvez tenha sido mesmo o momento mais difícil que passei como jogador de futebol. Mas foi também um momento que encarei com naturalidade, são coisas que acontecem. Sabia que ia falhar o Campeonato do Mundo, mas já estava mentalizado para isso, o mais importante era focar-me na recuperação para voltar ao nível exigível para poder regressar a este lugar onde estou. Estar aqui para mim é uma grande vitória. Quer dizer que trabalhei bem durante a recuperação. Felizmente estou aqui e tenho de desfrutar deste momento», começou por destacar o médio.

Uma longa paragem que também serviu para reflexão. «Quanto tens uma lesão tens muito tempo para refletir e para ver que estás fazer bem ou mal. São momentos complicados, mas não creio que tenho de dar mais ou menos do que tenho demonstrado. Tenho de mostrar ao selecionador que estou pronto para o que for preciso e tentar ajudar a equipa», prosseguiu.

William Carvalho foi titular frente à Polónia, tal como Rúben Neves. Três jogadores com características semelhantes? «Não sei, acho que essa é mais uma questão a colocar ao selecionador, ele é que nos seleciona, deve saber melhor essa resposta do que eu», comentou.

Quanto ao adversário deste domingo. «Principalmente queremos mostrar que somos todos competentes e que os que estão na seleção é por algum motivo. Muitos dos que não estão aqui, podiam estar, mas se merecemos a confiança da seleção é por alguma razão. A Escócia tem uma boa equipa, são rápidos nas transições. Temos de jogar o mais simples possível e acreditar nas nossas capacidades», referiu ainda.

Fonte: maisfutebol.iol.pt

Para página da categoria

Loading...