Francisco Almeida Leite administrador da Sofid "com limitações"

21 de Novembro de 2013 21:24

19 0

Francisco Almeida Leite administrador da Sofid "com limitações"

A Comissão de Recrutamento e Seleção para a Administração Pública (CRESAP), liderada por João Bilhim, emitiu um parecer de "adequado com limitações" sobre o nome de Francisco Almeida Leite para vogal da comissão executiva da Sofid, tal como o Expresso tinha noticiado em primeira mão.

A comissão publicou esta tarde no seu site as conclusões do parecer sobre todos os nomes indicados pelo Governo para a administração da Sofid. Dos três nomes indicados, Paulo Arsénio Lopes para a presidência, António Brandão de Azevedo Gomes para vogal da comissão executiva e Francisco Almeida Leite também para vogal da comissão executiva, os dois primeiros receberam parecer de adequado, enquanto o ex-secretário de Estado foi considerado "adequado com limitações".

No documento pode ler-se sobre Francisco Almeida Leite, que também foi jornalista do "Diário de Notícias", é uma pessoa "sem conhecimento do sector bancário ou financeiro, ou mesmo das reais exigências com que as empresas se defrontam no mundo real e das dificuldades para tornar sustentáveis projetos de longo prazo".

Por isso, "recomenda-se vivamente a frequência de formação complementar em gestão, de nível académico, com obtenção de um grau num escola com reconhecida exigência formativa", salienta a CRESAP.

A CRESAP considera que a sua experiência no contexto de serviços de cooperação internacional adquirida no Instituto Camões "pode porventura ser útil no dialogo que a Sofid terá de continuar a manter com os países emergentes, em particular os PALOPS".

Por isso, além da recomendação em termos formativos e que sublinha como "fundamental para o exercício de funções de gestão de topo", recomenda ainda "vivamente", que sejam atribuidas a Francisco Almeida Leite "funções ligadas ao 'suporte' e no sector das relações internacionais e das relações públicas".

Contatado pelo Expresso, Francisco Almeida Leite disse não ter comentários a fazer à decisão da CRESAP.

O ex-secretário de Estado ex-secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação e ex-jornalista do "Diário de Notícias" chegou a ser apontado pelo Governo para a presidência da Sofid, sociedade de financiamento que apoia a internacionalização das empresas portuguesas em países emergentes, funcionando como uma agência de fomento, e que tem o Estado português como principal acionista, tal o Expresso noticiou.

Mas face às reservas imediatas da CRESAP, que 'chumbou' Francisco Almeida leite para o cargo devido a falta de conhecimentos e experiência no sector financeiro, o Executivo recuou, e apontou o seu nome apenas para vogal do conselho executivo.

É para esse cargo que agora foi conhecido de forma oficial o relatório da CRESAP.

Francisco Almeida Leite iniciou o seu percurso político com este Governo. Foi secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação durante poucos meses, entre abril e julho deste ano, quando Paulo Portas era ministro dos Negócios Estrangeiros. Anteriormente foi vogal no Instituto Camões, onde tinha os pelouros da sociedade civil e da cooperação bilateral com Angola e Moçambique.

Foi jornalista durante largos anos. Esteve no "Semanário" e na equipa fundadora do "Euronotícias", onde chegou a editor executivo. Um cargo que, mais tarde, desempenhou também no "Diário de Notícias", jornal onde trabalhou entre 2004 e 2012.

Fonte: expresso.sapo.pt

Para página da categoria

Loading...