Irão: Pacto nuclear é um reconhecimento ao direito de enriquecer urânio

24 de Novembro de 2013 15:45

16 0

Irão: Pacto nuclear é um reconhecimento ao direito de enriquecer urânio

As autoridades iranianas não deixaram de se felicitar por um pacto que, no seu entender, representa um «êxito» porque reafirma para a comunidade internacional o seu direito de desenvolver energia nuclear com fins exclusivamente pacíficos.

«A conquista central é de que o direito a enriquecer (urânio) em solo iraniano foi reconhecido pelas nações. Isto foi explicitamente estipulado por este acordo», comemorou o presidente iraniano, Hassan Rohani, em conferência de imprensa esta manhã, quando prometeu aos seus cidadãos que «o enriquecimento continuará como no passado».

«(As instalações nucleares de) Natanz, Fordo, Arak, Isfahan e Bandar Abás continuarão as suas actividades», afirmou Rohani, que felicitou a equipa negociadora por ter conseguido um pacto que demorou uma década para ser fechado.

O texto, na realidade, não reconhece explicitamente o direito a enriquecer urânio, mas sim a desenvolver «energia nuclear com fins pacíficos» e em conformidade com o Tratado de Não-Proliferação, do qual Teerão é signatário.

O denominado «Plano de Acção Conjunto», apesar de permitir que continue a enriquecer urânio, determina que seja a um nível inferior a 5% e exige a dissolução de boa parte das reservas de urânio enriquecido a 20%, nível próximo do necessário para fabricar uma bomba nuclear.

Fonte: diariodigital.sapo.pt

Para página da categoria

Loading...