Pistorius enfrenta novas acusações por disparar em lugares públicos

20 de Novembro de 2013 16:41

35 0

Pistorius enfrenta novas acusações por disparar em lugares públicos

Os advogados de Pistorius pediram que não fossem incluídas estas novas acusações, e argumentaram que os actos aconteceram em Johanesburgo e, portanto, fora da jurisdição do Tribunal Superior de Pretória, que o julgará a partir de 3 de Março pela morte de Reeva.

«Penso que é bom para o senhor Pistorius, porque será conveniente que todas as acusações contra ele sejam julgadas num só tribunal», disse o porta-voz do ministério público, Nathi Mncube.

Mncube acrescentou que a decisão para a promotoria também é positiva, já que poderá evitar chamar testemunhas em tribunais diferentes.

Assim, Pistorius deverá responder, além da acusação de homicídio, a outras duas por disparar uma arma de fogo de forma «imprudente e negligente», informou a rádio Eyewitness News.

Pistorius terá disparado uma arma a partir do interior do seu automóvel enquanto viajava com uma antiga namorada em Johanesburgo, e voltou a apertar o gatilho, desta vez acidentalmente, da pistola de um amigo num restaurante.

A modelo Reeva Steenkamp, que tinha 29 anos, foi encontrada morta com vários tiros no corpo a 14 de Fevereiro na casa que Pistorius, de 26, tem em Pretória.

O promotor acusa o atleta de ter premeditado o assassínio da namorada. O corredor confessa ter disparado, mas alega que atingiu Reeva acidentalmente ao pensar que alguém tinha invadido a casa, escondendo-se na casa de banho.

Pistorius conseguiu ainda em Fevereiro liberdade condicional depois de uma fiança de 78 mil euros. A última vez que esteve no tribunal foi em Agosto, quando foi fixada a data do julgamento.

Primeiro atleta olímpico e paralímpico da história, Pistorius é conhecido popularmente como «Blade Runner» («Corredor lâmina»), em referência ao filme de Ridley Scott, devido às próteses de carbono em forma de lâmina com que compete.

Fonte: diariodigital.sapo.pt

Para página da categoria

Loading...