Primeira estância de wakeboard do mundo instalada em Portugal

27 de Fevereiro de 2015 20:01

10 0

Campeonato Mundial de Wakeboard e instalação de parques para a prática da modalidade reforçam posicionamento do país como destino náutico e aquático. Os municípios de Abrantes, Ferreira do Zêzere, Mação, Sertã e Vila de Rei, a Turismo do Centro e a Associação Portuguesa de Wakeboard e Wakeskate (APWW) em consórcio com a EIPWU unem-se na promoção conjunta da região Centro de Portugal através do wakeboard, um desporto que está em ascensão em todo o mundo, superando o surf em número de praticantes nos E.U.A..

“O Wakeboard é um desporto recente, que se tem afirmado pela sua espetacularidade, captando adeptos e curiosos em todo o mundo. É o desporto aquático com maior taxa de crescimento dos EUA, onde nasceu há 25 anos. Alastrou-se por todo o mundo e sabemos hoje que existem mais de três milhões de praticantes só na Europa”, explica André Matos, Presidente da APWW.

Leia também: PR lamenta morte "prematura" do "grande industrial" Pedro Queiroz Pereira

Esta é uma visão pioneira sobre o potencial do desporto no nosso país. Trata-se de um projeto estratégico para posicionar Portugal como cluster europeu da modalidade e promover o interior do país como local de excelência para a prática de wakeboard. O Presidente da World Wakeboard Association, Shannon Starling, apelidou Portugal de “Florida da Europa”, por se assemelhar nas condições fantásticas para a prática de wakeboard.

Pela primeira vez a prova rainha da modalidade é realizada fora dos Estados Unidos e vai ter lugar em Portugal, na Barragem do Castelo do Bode, em setembro. “Vamos acolher um mega evento desportivo, o Campeonato Mundial de Wakeboard, inserido numa ação de promoção de Portugal e do interior do país.

Leia também: Iniciativa Liberal insinua que Santana Lopes copiou as suas ideias e programa

O grande objetivo é criar um novo destino de wakeboard, construindo a primeira estância do mundo em Castelo do Bode. A promoção do destino é alavancada através do campeonato mundial”, explica Luís Segadães, especialista em Marketing Territorial e um dos responsáveis pela organização do evento. O calendário do projeto inclui o Campeonato Nacional de Wakeboard em junho e o Campeonato Mundial em setembro, prova que vai trazer para Portugal as maiores estrelas do desporto a nível internacional.

Estão ainda a ser desenvolvidos projetos de implementação de cable parks em torno da barragem de Castelo do Bode. Uma autêntica estância, que une desporto e turismo, alavancando a região Centro. O wakeboard democratizou-se e tornou-se um desporto de massas através da instalação de cable parks, autênticos parques temáticos, que fazem as delícias de praticantes e não praticantes.

Leia também: Óbito/ Kofi Annan: Diplomata extraordinário que colocou África na agenda da ONU

Com estes parques o desporto torna-se mais acessível reduzindo os custos para o praticante e também a pegada ecológica do desporto, já que os sistemas de cabos têm baixo consumo energético, sendo alimentados a eletricidade. Os cable parks tornam-se locais de lazer por excelência, com atividades paralelas e consequente aumento da procura turística, hoteleira e restauração.

Esta iniciativa vai ter bastante impacto no crescimento económico e turístico de Castelo do Bode e de Portugal. “A realização de grandes eventos sejam desportivos, culturais ou científicos, multiplica a comunicação e potencia o conhecimento dos destinos. Assim, o Campeonato Mundial de Wakeboard, associado à extraordinária paisagem da Barragem do Castelo do Bode, afirma-se como elemento diferenciador na estratégia de desenvolvimento turístico da região Centro” refere Pedro Machado, Presidente da Turismo Centro de Portugal.

O projeto foi tornado público em conferência de imprensa esta sexta-feira, dia 27 de fevereiro de 2015, no âmbito da BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa e contou com a intervenção de Shannon Starling, Presidente da World Wakeboard Association, da Dra. Maria do Céu Albuquerque, Presidente da CIMT, do Dr. Jacinto Lopes, Presidente da Câmara de Ferreira do Zêzere, do Dr. Pedro Machado, Presidente da Turismo Centro de Portugal e do Dr. Arnaldo Paredes, da Secretaria de Estado do Desporto e Juventude.

Leia também: Pedro Proença e a Taça da Liga: "Já não é uma prova secundária"

Fonte: beachcam.sapo.pt

Para página da categoria

Loading...