Receba atualizações de notícias ao minuto sobre os temas mais quentes com a NewsHub. Instale já.

Marta Soares diz que vai aceitar chantagem de Bruno de Carvalho e alterar boletim de voto

22 de Junho de 2018 20:59
9 0

O presidente da Mesa da Assembleia Geral do Sporting disse, esta sexta-feira, que a AG de destituição do Conselho Diretivo do Sporting, marcada para sábado, "está em perigo", mas esclareceu que vai fazer tudo para levar avante a reunião, ainda que tenha de aceitar a "chantagem" de Bruno de Carvalho.

Em causa estão as últimas exigências do presidente do Sporting quanto a alterações no boletim de voto que vai ser entregue aos sócios do clube que vão decidir sobre a destituição do dirigente. Jaime Marta Soares acusa o presidente leonino de querer os boletins "à maneira dele" e de ter ameaçado "retirar os funcionários" caso tal não se verificasse.

Mais tarde, na TVI24, Jaime Marta Soares esclareceu que "nem que tenha de engolir sapos" vai levar avante a AG, ainda que, para isso, "tenha de aceitar a chantagem de última hora".

Bruno de Carvalho contestou a formulação do texto. "É pedido pelo CD (Conselho Diretivo) um boletim de voto claro, para que as pessoas possam votar sem enganos, e Eduarda Proença de Carvalho manda, dia 21 à tarde, um email aos serviços a concordar. Mas dia 21 à noite já manda, com Jaime Marta Soares, um novo email a recusar o que já tinha aceite. Boletim de voto é completamente enganador e desrespeita os sócios que vão enganar-se a votar", escreveu no Facebook.

Jaime Marta Soares explicou que a exigência de Bruno de Carvalho "é que no boletim de voto sejam criadas determinadas frases que nunca se viram num boletim de voto". Segundo o presidente da MAG, o que está em causa nas exigências de Bruno de Carvalho não é a pergunta, mas sim uma explicação adicional nas respostas.

Fonte: jn.pt

Partilhe nas redes sociais:

Comentários - 0