Receba atualizações de notícias ao minuto sobre os temas mais quentes com a NewsHub. Instale já.

Sindicatos de professores reclamam fiscalização do Governo

28 de Setembro de 2018 20:49
26 0

Os sindicatos de professores querem que os partidos peçam a fiscalização sucessiva do decreto lei que prevê a possibilidade de recuperação de dois anos dos mais de nove congelados. A secrátaria de Estado Adjunta da Educação admite que o projeto possa sofrer "acertos".

O braço de ferro mantém-se, sem Governo ou sindicatos de professores cederem num dia das suas propostas sobre recuperação do tempo de serviço.

Mário Nogueira abandonou esta sexta-feira o ministério da educação classificando de vergonhosa a reunião. Os sindicatos estão convictos que o projeto de decreto-lei do Governo que prevê a recuperação de dois anos, nove meses e 18 dias dos mais de nove congelados está ferida de inconstitucionalidade por permitir a ultrapassagem de professores. Nomeadamente dos 46 mil que progrediram este ano devido ao descongelamento ou dos mais de 15 mil que estão no topo da carreira e já não irão beneficiar de qualquer recuperação.

"Todos os professores irão beneficiar no seu momento da contabilização", garante Alexandra Leitão, secretária de Estado da Educação, admitindo que o Governo irá "analisar" as propostas de acertos feitas hoje pelos sindicatos, nomeadamente por causa dos docentes que se aposentem antes de beneficiarem de qualquer recuperação.

Recorde-se que a proposta do Governo prevê a recuperação de dois anos, nove meses e 18 dias para quem progredir a partir de 1 de janeiro.

Fonte: jn.pt

Partilhe nas redes sociais:

Comentários - 0