Receba atualizações de notícias ao minuto sobre os temas mais quentes com a NewsHub. Instale já.

Testemunhas dizem ter visto duas crianças a serem atiradas — e salvas — de prédio em chamas

14 de Junho de 2017 12:39
5 0

Duas mães lançaram um bebé e uma criança com cerca de cinco anos do nono ou décimo andar e do quinto ou sexto, respectivamente.

Uma mulher atirou um bebé da janela do seu apartamento, na Torre Grenfell, que esta quarta-feira foi consumida pelas chamas. A criança foi lançada, segundo uma testemunha, do nono ou décimo andar e apanhada por um homem que se encontrava na rua.

A testemunha, Samira Lamrani, 38 anos, relata ao HuffPost UK que viu “uma mulher que se preparava para atirar o seu bebé e pedia que alguém o apanhasse. Alguém o fez: um homem correu para a frente e apanhou o bebé.”

O que Samira viu foi o desespero de uma mãe que, impossibilitada de sair de casa devido ao fogo, terá atirado o filho, ainda bebé, do 9.º ou do 10.º andar onde viviam. O bebé terá sobrevivido à queda, segundo testemunhas.

A polícia inglesa ainda não confirmou a veracidade da história de Samira — uma história que entretanto foi replicada pelos media britânicos e um pouco por todo o mundo.

Outra mulher, Zara, moradora no prédio que se incendiou, garante ter visto uma mulher a atirar o filho, “com perto de cinco anos”, do “quinto ou sexto piso” do edifício. À rádio LBC, Zara contaria: “Ela atirou mesmo o filho da janela. Mas acho que ele está bem. É provável que tenha alguns ossos partidos e feridas, mas está OK.”

“Ouvi outra mulher a gritar: ‘O meu bebé, o meu bebé! Preciso de sair, preciso que salvem o meu bebé!’ Nós continuávamos a olhar para cima mas não podíamos fazer nada. Não havia nada que pudéssemos fazer para a ajudar”, contou à LBC. Essa mulher não saltou.

Numa terceira história de mães e crianças, uma outra mulher conseguiu sair do apartamento com os seus seis filhos. No entanto, quando chegou à rua, apercebeu-se que só levava quatro crianças. Uma das crianças em falta foi encontrada depois no hospital. Não se conhece ainda o que terá acontecido à outra.

A torre, situada perto de Notting Hill, tem 24 andares e 120 habitações. Quatro famílias portuguesas residiam no prédio e já foram localizados pela diplomacia portuguesa em Londres. Segundo a Secretaria de Estado das Comunidades, duas crianças portuguesas estão internadas, mas fora de perigo.

O fogo começou perto da 1h da madrugada num dos andares do edifício e rapidamente alastrou a todo o prédio. Os alarmes de incêndio não terão disparado.

Leia também: Mulher procura "ama magra" que caiba no carro

Fonte: publico.pt

Partilhe nas redes sociais:

Comentários - 0