Receba atualizações de notícias ao minuto sobre os temas mais quentes com a NewsHub. Instale já.

UEFA investiga violação do Man. City, que poderá ser excluído da Champions

4 de Dezembro de 2018 17:07
7 0

Presidente do organismo, Aleksander Ceferin, quer decisão “em breve”.

Deixar o Manchester City fora da Liga dos Campeões? A UEFA está disposta a fazê-lo, segundo declarações do presidente Aleksander Ceferin, que prometeu medidas “em breve” relativamente ao que considera ser um “caso concreto” de infracção aos regulamentos do fair play financeiro.

“Estamos a abordar o tema. Temos um grupo independente que está a investigar”, afirmou o dirigente esloveno, à margem da reunião do Comité Executivo da UEFA, em Dublin.

Existem suspeitas de que o Manchester City tenha contornado as regras ao inflacionar artificialmente as receitas em contratos publicitários para cumprir os regulamentos da UEFA, de acordo com revelações da plataforma Football Leaks, publicadas há um mês pela revista alemã Der Spiegel. A possibilidade de o Manchester City ser castigado por infracção às regras do fair play financeiro e, consequentemente, ficar de fora da Liga dos Campeões é real, avança a imprensa britânica.

Uma troca de correspondência a envolver o director financeiro do Manchester City, Jorge Chumillas, revelava que um suposto contrato de patrocínio da Etihad Airlines, no valor de 68 milhões de libras (mais de 76 milhões de euros), seria na verdade pago directamente ao clube pelos proprietários do emblema, o grupo de investimento Abu Dhabi United Group, que assumiu o controlo do Manchester City em 2008.

Em Junho, a UEFA deliberou castigar o Milan por violação dos regulamentos financeiros, com exclusão da Liga Europa na presente temporada e proibição de participar em 2019-20 caso se qualificasse para uma das duas provas da UEFA. Contudo, o Tribunal Arbitral do Desporto anularia o castigo e permitiria ao clube italiano disputar a competição.

Fonte: publico.pt

Partilhe nas redes sociais:

Comentários - 0